THE FASHION T'S

Fashion. Make. Beauty. More.

Barzinho em casa

Leave a comment

Sabe quando dá aquela vontade louca de ir a um barzinho, comer uns petiscos e tomar uma cervejinha? Ontem foi um desses dias. Mas como estou economizando, não tenho feito o que chamamos de rolê caro. Por isso, pensando em algumas alternativas mais acessíveis e no pouco dinheiro disponível, eu e meu namorado resolvemos fazer um barzinho nosso, aqui na minha casa.

Como deu muito certo, resolvi fazer este post com dicas para você fazer gordice dentro da própria casa gastando pouco. E que fique bem claro que não é coisa de casal, não! Você pode fazer essa noite agradável com seus amigos também!

Bom, antes de ir ao mercado comprar o que faltava, vi tudo que tinha no armário de casa: no caso, nada. Mentira. Tinha um resto de amendoim verde, da marca Pettiz. O sabor é cebola e salsa e combina muito com uma cervejinha.

Daí, então, arrastei meu namorado para o mercado e lá fizemos as compras do mês (para mim e para a minha roomie, a Duda). Dentro da lista do que devia comprar, estavam inclusos alho, maionese, ovos, orégano, pão de forma e filé de peito de frango, que serão usados para as receitas que virão em breve. Além disso, para complementar as receitas e nossa noite, compramos Doritos sabor queijo nacho, torradinhas da marca Crocantíssimo nos sabores “peito de peru com requeijão” e “tomate, manjericão e azeite”, seis latinhas de Budweiser (acabamos tomando uma latinha cada) e um pote de sorvete surpresa.

O amendoim e as torradinhas já vêm prontos, ou seja, só precisei colocar tudo num recipiente bonitinho. Aí começam as receitas! Vou começar pela mais fácil, que é fazer o pão de forma virar torrada (HA-HA-HA). Não preciso explicar como faz, certo?

Em seguida, dei a receita nível médio para o meu namorado fazer, já que ele queria muito ajudar. Não dei um nome exato para isso ainda, mas costumo chamar de patê de alho. É bem simples: você vai precisar de maionese, alho e orégano. Para cada colher de alho que colocar, adicione duas de maionese. No caso, usamos aqueles alhos que já vêm prontos, picados no pote.

Faça a quantidade que achar necessária para tudo que for molhar no patê (no nosso caso, as torradinhas de pão e as já prontas além da nossa última receita). Misture bem e acrescente uma pitadinha de orégano, para dar um toque mais leve ao alho. E pronto! Fica divino! Conselho de irmã: não faça isso para comer com um peguete ou alguém sem muita intimidade, porque rola bafinho (mas vale a pena).

Agora vem a receita nível hard, porém não impossível: frango a Doritos. Na última semana, apareceram vezes o suficiente para eu clicar e abrir um link que dizia “22 laricas para esquecer a dieta”. Eu, gordinha que sou, não pude deixar de clicar. Dentre as coisas mais deliciosas que eles poderiam escolher, tinha essa que chamaram de frango a Doritos. Amo frango. Amo Doritos. Logo, combinação perfeita. Só esperei ficar menos pobre para colocá-la em prática.

Para fazê-la para duas pessoas comerem bem, você precisará de um peito de frango grande, dois ovos, um pouco de farinha de trigo (não medi, mas não usei muito) e um saco de Doritos de 100g do sabor que quiser. O primeiro passo é triturar o Doritos. Se você tiver um triturador, é mole. Mas na mão é mais divertido. Aperte, aperte, aperte até virar floquinho de Doritos. Depois disso, bata os dois ovos com um pouco de água até virar uma mistura homogênea. Eu coloquei os ingredientes em pratos fundos, porque achei mais prático de manusear do que potes.

Em seguida, é hora de cortar o frango. Você pode fazer do modo que desejar. Eu cortei em mini filés, como são os nuggets de caixinha. Aí você vai fazer o mesmo movimento infinitas vezes seguidas: pegar o frango, cobrir com farinha, mergulhar no ovo e empanar com Doritos. Comecei fazendo com a mão, mas fica nojento rápido. Aconselho o garfo.

Depois de todos prontos, é só colocar numa forma untada com manteiga (namorado untou uma forma pela primeira vez) e levar ao forno pré-aquecido em 270°C por 20 minutos. Eles ficam divinamente deliciosos!

Como a ostentação não estava fora do normal (referência a um funk que meus amigos costumam cantar o tempo inteiro, devido à zueira), não compramos queijos finos e salame, que acompanhariam a noite muito bem. Porém compramos cerveja de qualidade (se você não bebe, refrigerante cai bem. Mas se você nem refrigerante toma, não há permissão para essa gordice) e a melhor sobremesa que poderíamos ter pensado: SORVETE TABLITO DE POTE! Sim, existe!

Às vezes, vale muito a pena sair da dieta. Mas se você é como eu e não segue nenhuma, faça qualquer dia desses sua própria noite de gordice chique em casa! :)

Advertisements

Author: Mayara Abreu Mendes

Azarada, confusa, perdida, exagerada, reclamona, maluca, tagarela, blogueira, procrastinadora, espírito de gorda, unespiana, futura jornalista.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s