THE FASHION T'S

Fashion. Make. Beauty. More.

Nas ruas de Tokyo!

Leave a comment

Sou da vibe de assistir a filmes estranhos. Não adianta, tenho poucas chances de cura. Até vejo uma coisa ou outra mais normal, mas os meus longas preferidos são aqueles que desafiam a lógica e me fazem ficar por horas pensando depois. Hoje, na verdade, vou falar sobre um longa que é composto de três curtas, cada um com seu próprio diretor.

O nome desse ‘conjunto’ é Tokyo! (2008), justamente o tema que entrelaça as pequenas histórias: a única coisa em comum entre os três contos é o fato de ter a capital japonesa como cenário. Até os retratos da cidade são feitos por olhos de fora, já que os diretores são todos estrangeiros.

O primeiro foi o que me levou até o filme. Gosto bastante do francês Michel Gondry, que me apresentou Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças, em 2004. O segmento dele dentro de Tokyo! se chama Interior Design e mostra, a princípio, o casal Hiroko e Akira se mudando para a cidade e o sonho de Akira de se tornar um grande cineasta. O desenrolar da história, no entanto, acompanha o sentimento de inutilidade que cresce dentro de Hiroko, com um fim surpreendente – daqueles que te faz pensar “O QUÊ? Espera, como?”. Sim. Mas é exatamente assim que eu gosto.

O segundo curta foi dirigido pelo também francês Leos Carax e tem um clima bem diferente do leve Interior Design. Merde mistura política, agressividade e o ritmo non-stop de Tóquio num protagonista esquisito que sai de bueiros e perturba a ordem pública de várias maneiras. Até pode ser a mais fraca entre as histórias, mas a atuação excelente de Denis Lavant no papel principal vale os quase 40 minutos de curta.

Para encerrar, a cereja do bolo: Shaking Tokyo é o único dirigido por um asiático, o sul-coreano Bong Joon Ho. Ele retrata um tipo de comportamento que para nós pode parecer um tanto estranho, mas que no Japão tem até nome, de tão comum. O protagonista é um “hikikomori”, ou seja, um tipo anti-social que já há dez anos não sai de casa para absolutamente nada. Tudo o que ele precisa é entregue por delivery, sempre com o cuidado de não estabelecer contato visual com quem lhe presta o serviço. No entanto, um terremoto muda esse seu costume e… ah, e ao resto você tem que assistir, porque esta é a história mais bonita do Tokyo!.

Veja o trailer:

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s