THE FASHION T'S

Fashion. Make. Beauty. More.

Ah, São Valentim

Leave a comment

Para quem não sabe, o dia 14 de fevereiro é muito especial para as pessoas do mundo afora, principalmente para os estadunidenses. Nessa data é celebrado o dia do amor, principalmente entre aqueles que têm algum tipo de relacionamento amoroso com alguém. Mas qual a ligação da data com o São Valentim?

Eu também não fazia ideia, mas nada como ter o Google como amigo. Pesquisando, descobri que existem diversas versões da história de Valentim. Mas a que mais fez sentido é a que diz que São Valentim, antes de ser santificado, era um bispo. Ele lutou contra a proibição dos casamentos imposta pelo imperador romano Cláudio II, que acreditava que os melhores combatentes eram os solteiros e, por isso, ninguém mais podia casar. Valentim não só lutou contra a proibição, mas também casou-se e continuou realizando casamentos secretamente. Quando Cláudio II descobriu, Valentim foi preso. Durante o tempo em que ficou na prisão, Valentim recebia cartas e flores de moças dizendo que elas ainda acreditavam no amor.

A história de amor de Valentim aconteceu quando ele se apaixonou pela filha de um dos carcereiros que tomava conta da prisão onde ele estava. Ela era cega e, milagrosamente, Valentim a curou. Antes de morrer, Valentim escreveu uma carta para ela e assinou com os dizeres “De seu Valentim”, palavras usadas até hoje no final de cartas de Valentine’s Day (“From your valentine”). Tudo muito bonito, mas e como é agora?

Um tipo de presente fofinho

Um tipo de presente fofinho

Bom, agora continua sendo bonito como antes, só que não é apenas um casal que vive a beleza do Valentine’s Day, mas sim infinitos casais pelo mundo (principalmente a parte anglo-saxônica dele). Um jantar, um belo cartão e um presente fofo costumam fazer as noites do dia 14 de fevereiro serem mais do que especiais para os casais apaixonados.

Morei nos Estados Unidos por seis meses e passei por um Valentine’s Day (forever alone, diga-se de passagem. Pelo menos nevou e eu pude ficar feliz na neve). A tradição durante os anos de ensino médio é o envio de rosas para a pessoa por quem você nutre sentimentos: pode ser um amigo, a namorada ou então aquele menino que nem sonha que você existe. Você pode ou não assinar o cartãozinho que vai com as rosas, a opção é sua. Se não quiser assinar, apenas o responsável pelo envio das rosas saberá que foi você. No ano em que eu estava lá, dia 14 de fevereiro foi um domingo e, teoricamente, as rosas seriam entregues na sexta-feira. Mas como nevou e o Mississippi não é preparado para isso, não teve rosas.

Para os casais de namorados, noivos e pessoas casadas, além das clássicas rosas (um dos maiores símbolos da data) e do tradicional  jantar chique, há também milhares de cartões para serem entregues. Essa é a época do ano em que mais se faz cartões nos Estados Unidos e, consequentemente, é quando o lucro da área é maior – ganhando do Natal, isso mesmo! Quanto mais diferentes e mais criativas as empresas de cartões forem, melhores são as vendas, pois o importante é inovar e renovar o amor nesse dia.

É uma data muito bonita para quem tem alguém, mas para os que estão sozinhos, o recalque bate e volta na flechinha do Cupido. Muitas mulheres que não têm um par costumam fazer uma festa juntas para celebrar a felicidade e a amizade, mesmo estando solteiras na data do amor. A tradição das solteiras parece estar chegando ao Brasil, que comemora o dia dos namorados em 12 de junho por anteceder o dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.

Caso você queira entender como funciona um Valentine’s Day nos Estados Unidos, fica a dica do filme de mesmo nome – ou Idas e Vindas do Amor, em português. O filme conta a história de diversos casais que terminam, mantêm e começam um relacionamento. Comédia romântica, muitos atores bons (e bonitos) no elenco e é bem divertido. Assisti com um amigo alemão no intercâmbio e até ele gostou.

 

Advertisements

Author: Mayara Abreu Mendes

Azarada, confusa, perdida, exagerada, reclamona, maluca, tagarela, blogueira, procrastinadora, espírito de gorda, unespiana, futura jornalista.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s