THE FASHION T'S

Fashion. Make. Beauty. More.

Nada de abraços

Leave a comment

Estava eu, numa noite quente de carnaval, sozinha em minha casa e com o filme “Abraços Partidos” de Pedro Almodóvar para assistir. Quando você pensa em um filme do diretor espanhol, para quem já assistiu a um, cores e mais cores e muito drama vêm à cabeça. Porém, esse em especial, como diz meu amigo Pinguim, “Ao mesmo tempo que é um Almodóvar, não tem nada de Almodóvar”. Ou seja, o que esperamos do diretor aparece e não aparece, ao mesmo tempo.

Basicamente, o filme conta a história de um escritor cego chamado Harry Caine, que na verdade é Mateo Blanco. Penélope Cruz é Lena, uma mulher muito forte, como todas as de Pedro, que se apaixona por Harry/Mateo. O problema é que ela não é uma mulher desimpedida e sofre na mão de um homem bruto e manipulador. Vou parar por aqui, se não eu conto o final e tudo mais.

O que vale a pena prestar atenção é como o diretor nos leva por três histórias, a de Lena, a de Harry/Mateo e a dos dois juntos. Como elas são entrelaçadas é a parte mais interessante de tudo, pois é aí que entendemos um monte de coisas sem nexo, deixadas por Almodóvar ao longo do filme. Como disse, anteriormente, o filme tem cores, mas não são tão vivas quanto as dos filmes anteriores do diretor. O drama, que sempre é feito com maestria, ficou um pouco de lado, para dar lugar a simplicidade que não se tinha notícia.

Pra mim, a melhor parte é quando Harry/Mateo sente uma tal cena, que está passando na televisão. De uma sensibilidade surpreendente, o toque sutil, mas ardente, do ator é como se ele estivesse vendo tudo acontecer realmente. Penélope está linda de morrer.

Falando um pouco sobre o figurino, muitas referências dos anos 60 e 70. As peças eram, ora discretas, com cores sóbrias ou conjuntos, ora super chamativas, como o vestido meio “Piri”, cheio de correntes, que Penélope usa no filme. Uma atenção especial para as várias facetas e cabelos da atriz. A beleza utilizada é impecável, com as madeixas quase sempre naturais e as perucas lindas. Eu estou “in love” com a loira platinada.. Quero uma já!

Bom, pra quem quiser conhecer mais do trabalho de Pedro Almodóvar, veja os filmes “Má Educação”, “Fale com Ela”, “Tudo sobre minha mãe”, “Volver” e, é claro, “Abraços Partidos”.

This slideshow requires JavaScript.

#todasquer uma peruca!

Beijos,

Tainá Goulart

Advertisements

Author: Tainá Goulart

Sinapses

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s