THE FASHION T'S

Fashion. Make. Beauty. More.

SPFW – O sonho de André Lima

1 Comment

Eu, particularmente, sou fã do André Lima. Seus desfiles são sempre muito elegantes e femininos. Enxergo mulheres fortes e de muita personalidade em suas roupas. Sua coleção do SPFW abordou o mundo dos sonhos e eu consegui viajar com ele durante sua exibição.  Assimetrias na medida exata, recortes precisos, fendas, grandes laços e golas trouxeram o surrealismo à passarela.  Não abusou muito das cores, usou:  preto, branco, prata, vermelho e rosa. As estampas vieram marmorizadas e animais (girafa e onça). Em uma brincadeira – que me lembrou os contos de fada – fez qualquer mulher se sentir uma princesa em qualquer uma daquelas peças. LINDO!

 

Agora, vamos aos comentários do estudante de Jornalismo, Pedro Zambon (@pszambon ) …

Bem, o que falar de um desfile de moda. Pra um homem pragmático, é fácil principalmente porque, apesar de não entender de panos costurados de maneiras excêntricas, entendo de beleza e de como as mulheres devem ficar bonitas…

Quanto a esse desfile desse André Lima, bem, começando pelo primeiro vestido, vejo um toque de revolução. A idéia dele era, provavelmente poupar o tempo da mulher nesse agitado mundo do século XXI. Afinal, porque não misturar um roupão de banho com um babadinho brilhante de terno para parecer que ela esta arrumada? É só sair do banho, colcoar o roupão e já está pronta! Ideal para namorados impacientes.

O segundo vestido é mais complexo. Vejo influencia dos filmes de ficção B com esse vaso-comunicador em cima da cabeça. Faria sucesso nas feiras de Star Trek. Aquele toque de cortina embaixo dá um movimento típico da moda das mulheres venusianas.

Já o terceiro é ousado. Aquele tom wild da tigresa das pradarias do himalaia dá um tom rústico, principalmente com (com todo respeito srta modelo) aquele pano encrostado na púbis (eu disse com respeito!). Dica para as mulheres que usarem esse modelito: Se depilem hard! Ah, não esqueçam de evitar obras, ruas escuras e borracharias.

No quarto retomamos à tendência venusiana Sci-Fi do vaso-comunicador na cabeça. Agora na cor preta. No entanto, dessa vez, o estilista optou por fazer um modelo de capa de chuva rosa e branca. Ele usa inova na mobilidade das pernas, e adiciona um protetor na parte de trás. Sabe quando chove e aquele carro passa na calçada jorrando água em tudo? Gata, seus problemas acabaram e você não terá mais as suas costas molhadas!

O tom wild volta no próximo vestido. Ele trabalhou com a ironia ao misturar as cores da zebra com a estampa de girafa. Inverter as corem em baixo mostra subliminarmente que da cintura para cima as mulheres são diferentemente inversas do que da cintura para baixo (entendam como quiser, não me responsabilizo por análises atropológicas).

Esse próximo eleva ao máximo o estilo ficção científica trash, mantendo a tendência das antenas comunicadoras na cabeça. Mas dessa vez uma crítica, embalada pelo acidente nuclear no Japão. A esquife antinuclear em forma de cortina prateada combinou muito bem com o tom futurista. Destaque para a atuação genial da modelo, que manteve a cara de nada, mostrando que os acidentes nucleares causam risco de acefalia.

O outro amplia o conceito do receptor de antena para um nível “nave-mãe”. Esse conceito de mãe também com uma crítica quando ela usa esse vestido noiva-cadáver com tons de luto preto, mostrando que as mulheres casam e morrem apodrecendo em casa cuidando dos filhos.

Bem, o próximo, e agora resumidamente porque existem muitas roupas nesse desfile, uma mistura do conceito de ficção científica com um colete prateado medieval, adornado por um sobretudo cortado que indica como as mulheres na idade média eram incompletas

O seguinte me inspira. Ela mistura o tom dominatrix com a ficção científica, subindo ainda mais a torre de captação alienígena na cabeça. O pano encalacrado no desejado lugar mantém a dica da depilação e dos lugares a se evitar.

Continuando o desfile um tom Mortícia do século XXVI, seguido por outra vasocomunicadora dominatrix wild. O laboratório da modelo, de ter emagrecido ao ponto do nanismo para criticar a fome na áfrica é um ponto chave para entender a real essência do vestido.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Não acabam mais as roupas desse desfile, então eu vou acabar com um resumo…

Entre vasocomunicadores, cortinas, tons de ficção científica, necessidade de depilação cavada e roupões para banho você ve, em resumo, que o cara não entende muito bem de como vestir um ser humano, mas sabe muito bem ajudar uma venusiana ou jupteriana a se sentir bem na balada. A não ser que você busque uma abdução, você não seduzirá muitos gatinhos terráqueos – tirando aqueles nerds peludos bebedores de fanta que se consideram personagens de Star Trek. Mas mesmo assim, é uma boa pedida para você, adolescente revoltada que não fala com os avós e não deixa de usar lápis no olho, caso você deseje manter sua infundável intenção de chocar seus pais. Fazer seu namorado 15 anos mais velho com tatuagem usar uma dessas roupas causa um efeito bem maior #fikdik.

 

Fotos: FOTOSITE

 

E aí? O que vocês acharam ?

Advertisements

Author: Thati Oliveira

@thati_oliveira

One thought on “SPFW – O sonho de André Lima

  1. SENSACIONAL PEDRO ZAMBON!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s